5 de novembro: dia de ação global por ayotzinapa

este 5 de novembro é um dia de luta, é mais um dia de ação global em solidariedade aos 43 estudantes desaparecidos em ayotzinapa, guerrero, méxico, entre os dias 26 e 27 de setembro passados. as mobilizações, que estão ocorrendo em todo o mundo, são para exigir a reaparição com vida dos 43 estudantes e o castigo para os culpados.

entenda o caso

o massacre dos estudantes de ayotzinapa, por eliane oliveira

• em 1926, como parte de um projeto de combate ao analfabetismo e à pobreza em comunidades rurais, o governo do méxico criou uma rede de escolas especiais, chamadas de escolas normais (escolas de formação de professores, similar ao que seria o nosso magistério), cujo objetivo era formar alunos com potencial de se tornarem líderes comunitários.
• das 29 unidades da rede, apenas 13 estão em funcionamento, entre elas a escuela rural normal de ayotzinapa, no estado de guerrero.
• em 26 de setembro de 2014, 80 estudantes da escuela rural normal de ayotzinapa regressavam de um boteo, atividade de arrecadação de fundos, com o objetivo de financiar seu traslado à cidade do méxico para a manifestação de 2 de outubro, em memória ao massacre de tlatelolco (ocorrido em 1968).
• no momento em que saíam da cidade em três ônibus, por volta das 20h30, efetivos da polícia municipal lhes fecharam o caminho. há relatos de que dois estudantes desceram do primeiro ônibus e foram baleados tão logo apareceram na mira dos policiais. testemunhas confirmam que os policiais iniciaram um ataque aos ônibus em que os estudantes, todos desarmados, tentavam se proteger de fuzis ar-15.
• enquanto estudantes dos dois primeiros ônibus corriam para salvar suas vidas, os que vinham no terceiro, por último, foram obrigados pelos policiais a descer do ônibus e a subir nas caminhonetes oficiais. estão até este momento desaparecidos.
• algumas horas depois do ataque dos policiais, os estudantes começaram a sair das casas onde tinham sido escondidos solidariamente pela população de iguala. caminham até o local do ataque para resgatar os corpos de seus companheiros e registrar os rastros de balas e de sangue. convocam outras organizações e chamam meios de comunicação.
• após a coletiva de imprensa feita no local– em que dão a conhecer os fatos ocorridos, o número de feridos, mortos e desaparecidos –, caminhonetes com civis armados chegam ao local por volta da 00h30 do dia 27 e iniciam o segundo ataque.
• novamente, cada estudante buscou desesperadamente se esconder pela cidade, dando início a uma caça a “qualquer um que parecesse estudante” que durou várias horas daquela madrugada. o ônibus no qual viajavam jogadores da equipe local de futebol avispones também foi atacado
• dos dois ataques resultaram seis mortos – um dos quais brutalmente torturado: lhe arrancaram os olhos e a pele da face ainda em vida –, cerca de 20 feridos e 43 estudantes desaparecidos. vinte deles, como afirmam testemunhas oculares, foram levados à força por policiais de iguala e do estado de guerrero.
• no dia 04/11 o ex-prefeito da cidade de iguala, josé luis abarca, e sua mulher, maria de los angeles pineda foram presos pela polícia federal mexicana. conhecidos como “o casal imperial” eles são apontados como autores intelectuais dos ataques e haviam fugido alguns dias após o crime.

estes são os nomes dos 43 estudantes desaparecidos:
1. felipe arnulfo rosa
2. benjamin ascencio bautista
3. israel caballero sanchez
4. abel garcia hernandez
5. emiliano alen gaspar de la cruz
6. doriam gonzalez parral
7. jorge luis gonzalez parral
8. magdaleno ruben lauro villegas
9. jose luis luna torres
10. mauricio ortega valerio
11. jesus jovany rodriguez tlatempa
12. abelardo vazquez peniten
13. adan abrajan de la cruz
14. christian tomas colon garnica
15. luis angel francisco arzola
16. carlos lorenzo hernandez muñoz
17. israel jacinto lugardo
18. julio cesar lopez patolzin
19. jose angel navarrete gonzalez
20. marcial pablo baranda
21. miguel angel mendoza zacarias
22. alexander mora venancio
23. luis angel abarca carrillo
24. jorge alvarez nava
25. jose angel campos cantor
26. jorge anibal cruz mendoza
27. giovanni galindrez guerrero
28. jhosivani guerrero de la cruz
29. cutberto ortiz ramos
30. everardo rodriguez bello
31. christian alfonso rodriguez telumbre
32. martin getsemany sanchez garcia
33. jonas trujillo gonzales
34. jose eduardo bartolo tlatempa
35. leonel castro abarca
36. miguel angel hernandez martinez
37. carlos ivan ramirez villareal
38. jorge antonio tizapa legideño
39. antonio santana maestro
40. marco antonio gomez molina
41. cesar manuel gonzalez hernandez
42. saul bruno garcia
43. bernardo flores alcaráz.

 


compartilhe!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • RSS
  • PDF
  • Email