antojitos mexicanos y mucho groove

muito groove para este dia. e para os próximos, claro. na primeira parte você confere o trabalho dos mexicanos de los músicos de josé, que com seu funk aditivado buscam alegrar os pés e os dois lados do cérebro. na segunda parte, mais groove num passeio bailable que inclui colômbia, argentina, chile, brasil e cuba. e, como ensina thaíde na introdução de funk hum, “vamo que vamo que o som não pode parar!”

[spoiler title=”el ablandador” open=”0″ style=”1″]

canção da banda los músicos de josé, presente no álbum quasianimal. los músicos de josé são uma banda da cidade do méxico, que lançaram seu primeiro disco em 2005.  o cd quasianimal, terceiro do grupo, foi todo gravado no estúdio próprio da banda, o lucid dreams.

[/spoiler] [spoiler title=”st coyote” open=”0″ style=”1″]

outra canção de los músicos de josé. a banda, que tem uma forte marca instrumental, explora mais os vocais no mais recente trabalho, quasianimal, cd onde se encontra a canção “st coyte”. confira o vídeo.

[/spoiler] [spoiler title=”la dejada de ir” open=”0″ style=”1″]

mais uma canção da banda mexicana los músicos de jose. “la dejada de ir” encontra- se no disco different sounds, de 2001. trata-se de um disco duplo onde o grupo faz remixagens das canções dos primeiros discos de estúdio da banda,  gerando, assim,  novas versões com elementos do hip hop e da música eletrônica.

[/spoiler] [spoiler title=”chop swing” open=”0″ style=”1″]

canção do  not made in china, grupo de música instrumental formado em 2008. a banda parte da proposta que a música alimenta alma, e assim como “chop swing”, todos os nomes das canções do cd el que come y canta loco se levanta (2011) remetem a bebidas ou pratos culinários . em suas apresentações  os membros da banda se vestem como cozinheiros, transformando o palco em uma cozinha musical.

[/spoiler] [spoiler title=”mr. acá” open=”0″ style=”1″]

da banda brass street boys,  formado por oito músicos mexicanos que utilizam elementos do  jazz, funk, reggae, ska e elementos da música eletrônica em suas canções. “mr. acá” está presente no primeiro cd  brass sí eres lançado de forma independente, em 2013

[/spoiler] [spoiler title=”All of Me ” open=”0″ style=”1″]

outra composição dos mexicanos do  brass street boys.  os músicos tocam seis intrumentos de sopro (principal características de brass band ) e dois de percussão. influenciados por ritmos como ska, funk e jazz, suas apresentações são sempre bem humoradas e estimulam a participação do público. “all of me” está no disco brass si eres (2013).

[/spoiler] [spoiler title=”perro salchicha ” open=”0″ style=”1″]

trio instrumental que combina ritmos latinos e jazz. formado por omar ramírez (hammond, piano), fernando mántaras (contrabaixo, baixo elétrico, guitarra), juan buonuome (bateria, cajón, bombo leguero), utilizam a estrutura do jazz apoiada em ritmos como son, bolero, milonga e samba. “perro salchicha” está no disco dance usted.

[/spoiler] [spoiler title=”Vamos los gauchos” open=”0″ style=”1″]

de axel krygier, multinstrumentista, cantor e intérprete argentino. integrou bandas como instrucción cívica com kevin johanssen e julián benjamín e foi músico convidado da lendária banda de rock argentina, soda stereo. como compositor, é autor de trilhas para cinema, musicais e espetáculos de dança. “vamos los gauchos” está no disco zorzal (2005), que começou a ser gravado em barcelona  e foi concluído em buenos aires. zorzal é o nome de uma espécie de pássaro migratório. veja abaixo um clip com desenhos do próprio axel e o artista em uma apresentação em buenos aires.

[/spoiler] [spoiler title=”mateo y cabrera” open=”0″ style=”1″]

de luciano supervielle, músico, produtor, compositor e dj. nascido na frança, supervielle também faz parte do coletivo bajofondo tango club. o projeto é formado por músicos argentinos e uruguaios que misturam tango e música eletrônica, utilizando samplers de canções de autores como alfredo zitarrosa, jaime roos e outros. “mateo y cabrera” é uma canção em homenagem aos músicos uruguaios eduaro mateo e fernando cabrera e está no cd supervielle (2004).

[/spoiler] [spoiler title=”mira lo que viene ” open=”0″ style=”1″]

rita y sua manos  é  um grupo colombiano que expressa a relação com a espiritualidade  através das canções. os integrantes do grupo se conheceram em uma aula de yoga. em seu trabalho,  as tradições da música afro-colombiana são reinventadas através do uso de instrumentos indígenas. no primeiro cd da banda, mira lo que viene (2006), pode-se encontrar sonoridades que despertam a relação entre o corpo e a mente.

[/spoiler] [spoiler title=”tómala” open=”0″ style=”1″]

da banda chilena los tetas, que  inicia  a carreira tendo como base de trabalho a influência do soul music. eles mesclam o funk , o rap, o soul, o rock, resultando num som diferenciado. a separação dos músicos ocorre entre 2004-2011, mas retornaram aos palcos com a formação original.  “tómala” faz parte do cd homônimo (2003)

[/spoiler] [spoiler title=”lo bueno no sale barato ” open=”0″ style=”1″]

faz parte do cd boomerang de habana abierta.  formado por alejandro gutiérrez, vanito brown, luis barbería e  jose luis medina, habana abierta é um grupo oriundo de uma geração de artistas que emergiram em habana, cuba, nos anos 90. os músicos sairam de cuba e construiram a carreira artistica em madri, espanha, onde alcançaram grande popularidade.

[/spoiler] [spoiler title=”no vamos a parar nunca” open=”0″ style=”1″]

do cd temporada de conejos (2010), do compositor, cantor, multi-instrumentista martín buscaglia. nesse álbum, buscaglia faz experimentações entre diferentes gêneros, instrumentos e elementos da música eletrônica. “no vamos a parar nunca” é uma composição de buscaglia e gonzalo brown.

[/spoiler] [spoiler title=”funk hum” open=”0″ style=”1″]

canção do cd roda de funk (1999), primeiro trabalho da carreira dos rapazes do  funk como le gusta . neste cd, o repertório envolve samba-rock e groove, além da participação da cantora chilena anita tijoux  e também  das brasileiras sandra de sá e fernanda abreu.

[/spoiler]

compartilhe!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • RSS
  • PDF
  • Email