Chamada para a 2ª Oficina “A Salvador que Queremos”

O Ministério Público do Estado da Bahia(MP-BA) e entidades da sociedade civil vem promovendo uma série de oficinas denominadas “A Salvador que Queremos”. A iniciativa busca incentivar que o planejamento urbano do município se desenvolva de forma produtiva e colaborativa pelos interessados na gestão democrática e nos processos participativos assegurados em lei.

Os encontros visam preparar entidades da cidade e região, especialmente seus líderes, para as discussões do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano do Município “Salvador 500″ bem como a revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) e da Lei de Ordenamento do Uso e Ocupação do Solo (LOUOS) que acontecerão durante os próximos 15 meses.
Estes importantes instrumentos diretivos e normativos do município deverão nascer de amplo debate entre a sociedade, o executivo e o legislativo para definir metas e dispositivos legais e de gestão que assegurem a entrega de melhorias planejadas à sociedade, bem como os caminhos destas realizações.

Em cada Oficina são tratados sempre os oito mesmos temas base, mas cada qual com destaque diferenciado. Os temas são:
1) Base Econômica;
2) Base Social;
3) Base Urbanística;
4) Base Demográfica e Habitação;
5) Mobilidade;
6) Saneamento e Redes;
7) Meio Ambiente;
8) Gestão.

A 1ª. Oficina, realizada em 7 de junho de 2014, teve como foco o histórico de desenvolvimento da cidade nos últimos 35 anos.
Já a 2ª Oficina abordará os prováveis cenários de Salvador caso a cidade não articule um plano de desenvolvimento.
Esta Oficina será dividida em duas etapas, a primeira no dia 27 de setembro e a segunda no dia 11 de outubro de 2014, das 09 às 18h, no auditório (térreo) do MP no Centro Administrativo da Bahia (CAB), na 5ª Avenida. No dia 27 de setembro os seguintes temas serão apresentados e discutidos com os seguintes palestrantes:

Base Econômica
Marcus Alban (Economista – NPGA/UFBA)
Base Social
Inaiá de Carvalho (Socióloga – NPGCS/UFBA)
Demografia e Habitação Social e Comercial
Luiz Antônio de Souza (Urbanista – UNEB)
Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo
Carl von Hauenschild (Urbanista)

Em função da falta de restaurantes nas proximidades do CAB que funcionem aos sábados, estaremos disponibilizando almoço ao custo de R$15,00 (quinze Reais) para os participantes da Oficina. Contudo, procuraremos garantir a gratuidade aos representantes dos movimentos sociais.

As inscrições podem ser feitas no site  participa salvador.

Informação do site  participa  salvador.


compartilhe!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • RSS
  • PDF
  • Email