i encontro internacional de mães e familiares de vítimas do estado democrático

por ocasião do aniversário de 10 anos dos crimes de maio, a maior chacina praticada por agentes estatais na história contemporânea do brasil, nós do movimento independente mães de maio convidamos toda a rede nacional de familiares e amigos de vítimas do estado democrático e demais parceiros nacionais e internacionais, de todas as horas, para realizarmos juntxs um grande encontro formativo e organizativo de nossas lutas em comum contra o genocídio do povo negro, indígena, pobre e periférico no brasil e no mundo. com o tema “justiça, reparações e revolução”, nossa proposta é que possamos trocar ideia sobre as nossas trajetórias e experiências de luta até aqui, fortalecemos a nossa organização autônoma, e pensarmos juntxs os próximos passos de nossa luta comum.

o encontro ocorrerá entre os dias 11 e 13 de maio, em diversos espaços na cidade de são paulo. a quarta-feira (11/5) será marcada pela chegada, acomodação e credenciamento de todos os participantes, a apresentação do encontro e as primeiras trocas de ideia; no segundo dia (12/5) aprofundaremos as discussões temáticas em gts compartilhados, e na parte da tarde faremos o pré-lançamento simbólico do memorial dos crimes de maio e das vítimas do genocídio democrático, no centro cultural do jabaquara; e no terceiro e último dia de encontro (13/5), faremos a plenária final na parte da manhã no salão nobre da faculdade de direito do largo são francisco até o início da tarde, fechando o dia com a saída do “cordão da mentira” pelas ruas do centro da cidade, com o tema “pelos 10 anos dos crimes de maio e todas as vítimas do genocídio democrático” e “contra a falsa abolição”.

diversas atrações culturais negras, populares e periféricas estão previstas para ocorrer durante toda a programação. estamos, ainda, vendo com as torcidas pavilhão 9 e gaviões da fiel a possibilidade de realizarmos uma atividade cultural especial, junto com eles, na quadra dos gaviões, em homenagem a todas as mães e vítimas da presente era das chacinas, na noite da quinta-feira dia 12/05, com a presença do rapper eduardo e vários outros guerreiros e guerreiras do hip-hop organizado.

na sequência deste encontro, algumas de nossas companheiras e companheiros seguiremos para o rio de janeiro para somar nas atividades propostas por nossas irmãs e irmãos da rede contra violência e fórum de juventudes do rj no sábado e domingo (dias 14 e 15/5).

confira a programação completa abaixo:

quarta-feira (11/5)

manhã – a partir das 8hs: chegada, acomodação e credenciamento dos participantes no hotel san raphael (largo do arouche – são paulo-sp)
tarde – a partir das 14hs: abertura oficial do encontro com as apresentações iniciais, intervenções das mães de maio, rede contra violência, fórum de juventudes do rj, mães mogianas, mães de osasco e de outros estados e convidadas internacionais
noite – a partir das 19hs: programação cultural – sarau com coletivos periféricos de são paulo e as mães do brasil e internacionais

quinta-feira (12/5)

manhã – a partir das 8hs: grupos de trabalho temáticos – por pautas/lutas, no próprio auditório do hotel san raphael
tarde – a partir das 14hs: pré-lançamento simbólico do memorial das mães de maio no centro cultural do jabaquara – participação das madres e convidados internacionais + intervenção cultural do bloco afro ilú obá de min de mulheres negras, e exposição corpa negra, da guerreira carolina teixeira (úterourbe) do coletivo fala guerreira
noite – a partir das 19hs: programação cultural – atividade político-cultural na quadra dos gaviões da fiel, junto com as torcidas organizadas de luta, as mães e os secundaristas de luta, com o rapper eduardo e diversos grupos de hip-hop de são paulo.

sexta-feira (13/5)

manhã e tarde – a partir das 9:00hs, no salão nobre da faculdade de direito do largo são francisco: intervenções de convidados / plenária final socializando os trabalhos e propostas.
aprovação e apresentação à sociedade da “carta das mães em luta: pelo anscimentod e uma nova sociedade igualitária, justa, livre e pacífica”
final da tarde – a partir das 17hs: concentração para a saída do cordão da mentira pelas ruas do centro de sp, com o tema “pelos 10 anos dos crimes de maio e todas as vítimas do genocídio democrático” e “contra a falsa abolição”
fim de noite: partida de volta – ida pro rio de janeiro para as atividades nos dias 14 e 15/5

***para quem for ficar em são paulo, todo mundo está convidado a, logo após o encerramento do cordão, quem quiser seguir para a lavagem da rua 13 de maio – evento tradicional de denúncia da falsa abolição realizado pelo bloco afro ilú obá de min no bairro do bixiga.

informação do facebook do movimento das mães de maio.


compartilhe!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • RSS
  • PDF
  • Email