lucas panitz falará sobre a música popular platina após a exibição do filme “a linha fria do horizonte”

Lucas Panitz investiga a música popular platina, suas representações do espaço e o território-rede de músicos estabelecidos entre Argentina, Brasil e Uruguai. Entre os músicos pesquisados, destacam-se Richard Serraria, Daniel Drexler e Ana Prada, que também estarão conosco no Festival Latitudes Latinas.

Em textos necessários do Latitudes Latinas está disponível seu artigo “por uma geografia da música”. Clique aqui e leia o artigo completo.

Sua pesquisa sobre a música platina serviu como parte do material documental para o filme A Linha Fria do Horizonte, de Luciano Coelho. E é sobre este documentário que Panitz vem dialogar na segunda edição do Festival Latitudes Latinas. confira o vídeo-convite que panitz fez pra gente:

Saiba mais sobre o evento:

[highlight bg=”#DDFF99″ color=”#000000″]25 de outubro, na sala Walter da Silveira, a partir das 14h[/highlight]

Exibição dos documentários: A linha fria do horizonte, dirigido por Luciano Coelho e que aborda a obra de músicos da região platina como Vitor Ramil, Jorge Drexler, Ana Prada e Kevin Johansen e Filhos de João – o admirável mundo novo baiano, dirigido por Henrique Dantas e que apresenta a trajetória do grupo Novos Baianos.

Participarão do diálogo posterior à exibição os diretores dos filmes mencionados e os pesquisadores Ana Rosa Marques (UFRB) e Lucas Panitz (Rio Grande do Sul).

Esta atividade será realizada na Sala Walter da Silveira, no dia 25 de outubro de 2014, a partir das 14h.

Entrada gratuita. Classificação indicativa livre.

Sobre Lucas Manassi Panitz

Professor na Universidade Federal de Pelotas. Sua pesquisa sobre música popular platina, realizada na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, ganhou o Prêmio Maurício de Almeida Abreu 2011 de melhor dissertação em Geografia, conferida pela Associação Nacional de Pesquisa em Pós-Graduação em Geografia. Sua dissertação serviu como parte do material documental para o filme A Linha Fria do Horizonte, de Luciano Coelho. Realizou parte do seu doutorado nas Université Bordeaux 3 e Université Sorbonne 1 (França), no qual avança no tema da dissertação. Dedica-se paralelamente à música, com a banda Apóstrofes e o projeto musical “Transatlântico, a Canção”, em parceria com Tiago Fischer – no qual busca desenvolver a ideia de uma geopoética na música.


compartilhe!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • RSS
  • PDF
  • Email