nació en el 63…

“quién dijo que todo está perdido? yo vengo a ofrecer mi corazón…” deste modo, o rapaz nascido em 1963 interpelava seu público e abria mais uma porta para conexões várias. ao longo dos anos seguintes, fito, nascido rodolfo, em rosário, argentina, foi criando mais canções que passaram a fazer parte da trilha sonora de nossos dias. até que chegou a década de noventa e com ela seu disco el amor después del amor, que ganhou em 2012 uma versão que agora conta com um coral de milhares de vozes. a gente agradece as sugestões que você enviou para a seleção desta edição. não couberam todas, mas a gente tem mais alguns anos pra seguir ouvindo-cantando-sentindo-vivendo canções. cante, curta, compartilhe.

 

[spoiler title=”del 63″ open=”0″ style=”1″]

é a canção que dá nome ao primeiro disco de fito, que foi editado em 1984. a versão que você ouve aqui é a que encerra o cd euforia, lançado em 1996. seu título refere-se ao ano de nascimento do músico: 1963. aborda experiências da sua infância e adolescência na sua cidade natal, rosário, localizada em santa fe. confira um vídeo de 1984 no qual fito páez apresenta esta canção.

[/spoiler] [spoiler title=”yo vengo a ofrecer mi corazón” open=”0″ style=”1″]

com a participação do cubano pablo milanés, faz parte do cd no sé si es baires o madrid (2008). “yo vengo a ofrecer mi corazón” foi gravada originalmente no segundo disco do músico, giros (1985), e obteve uma grande repercussão, sendo anos depois gravada pela cantora mercedes sosa. assista o vídeo no qual fito páez, mercedes sosa e victor heredia interpretam esta canção.

[/spoiler] [spoiler title=”detrás del muro de los lamentos” open=”0″ style=”1″]

do cd el amor después del amor (1992), com tweety gonzález (programação e órgão), guillermo vadalá (baixo), daniel colombres (bateria) e ulises butrón (guitarra),  e  a participação de mercedes sosa nos vocais. nesta canção, o músico trabalha a partir da marinera, tradicional ritmo peruano. conta aqui com a participação especial de lucho gonzález no violão e nos arranjos. veja o vídeo da emocionante interpretação da canção, que fez parte do dvd el amor después del amor – xx años. aproveitamos para agradecer a maría inés lópez, querida amiga e atenta ouvinte de latitudes, que nos enviou pelo facebook do latitudes latinas informações sobre esta canção.

[/spoiler] [spoiler title=”tumbas de la gloria” open=”0″ style=”1″]

gravada originalmente em 1992, no cd el amor después del amor, a versão que você ouve aqui faz parte do cd moda y pueblo (2005), disco que inclui, além de composições próprias, canções de luis alberto spinetta, charly garcía, litio nebbia e um poema musicalizado, “romance de la pena negra”, de federico garcía lorca. o disco conta com uma orquestra de nove cordas e com arranjos do pianista e compositor gerardo gandini.

[/spoiler] [spoiler title=”al lado del camino” open=”0″ style=”1″]

gravada originalmente no cd abre (1999), a versão que a gente apresenta aqui faz parte do cd mi vida con ellas, um disco duplo que traz versões ao vivo de canções gravadas ao vivo entre os anos 1994 e 2004 em diversas cidades do mundo e alguns covers, entre os quais se encontra uma versão do clássico “águas de março”, de tom jobim, cantada por fito em português.

[/spoiler] [spoiler title=”dos días en la vida” open=”0″ style=”1″]

versão incluída no cd no sé si es baires o madrid. com cd e dvd e gravado ao vivo em 2008, em madrid, espanha, é o terceiro trabalho do músico que reúne canções de discos anteriores. “dos días en la vida” foi inspirada no filme thelma & louise (1991), dirigido por ridley scott e foi gravada originalmente no cd el amor después del amor (1992) . esta versão ao vivo de “dos dias en la vida” conta com diego del morao, na guitarra, sabú, no cajón, e com daniel noel, no baixo. confira abaixo esta versão em vídeo.

[/spoiler] [spoiler title=”un vestido y un amor” open=”0″ style=”1″]

do disco euforia (1996). dedicada à atriz argentina cecilia roth, que foi casada com fito, “un vestido y un amor” já foi regravada por diversos outros artistas, como mercedes sosa, andrés calamaro e caetano veloso. confira o vídeo da canção na voz de caetano veloso, que foi gravada pelo artista brasileiro no álbum fina estampa (1994), com um arranjo mais lento, marcado pelo violoncelo de jacques morelenbaum e que, segundo fito, terminou por inspirar suas futuras interpretações desta canção.

[/spoiler] [spoiler title=”she’s mine” open=”0″ style=”1″]

composta por fito páez e interpretada pelo músico argentino junto a djavan no cd circo beat brasil, que é uma versão do disco circo beat (1994), e que contem três canções em português interpretadas em parceria com artistas brasileiros: além da citada “she’s mine” com djavan, “mariposa tecknicolor” com caetano, e “nas luzes de rosario” (versão da canção “tema de piluso”) com herbert vianna.

[/spoiler] [spoiler title=”go back” open=”0″ style=”1″]

composta por sérgio britto e torquato neto, com fragmentos do poema “farewell y sollozos”, de pablo neruda, e interpretada pelos titãs em parceria com fito páez no cd acústico mtv, disco gravado em 1997. “go back” é talvez uma das canções mais famosas dos titãs. confira abaixo o vídeo da versão que ouvimos aqui.

[/spoiler] [spoiler title=”mariposa tecknicolor” open=”0″ style=”1″]

uma das canções mais populares de fito da década de 90, numa versão em português para o disco circo beat brasil (1994). conta aqui nos vocais com a participação especial de caetano veloso. confira o vídeo com a interpretação de fito páez.

[/spoiler] [spoiler title=”circo beat” open=”0″ style=”1″]

do cd euforia (1996), um disco acústico, o primeiro ao vivo lançado  pelo artista, gravado no estúdio alberto almedo (telefe), em 1996, na cidade de buenos aires, e que reúne alguns temas de destaque da carreira do músico. assista a esse show no vídeo abaixo e também o videoclipe da canção.

http://youtu.be/Gq_t8KMnrsg

[/spoiler] [spoiler title=”sargent maravilla” open=”0″ style=”1″]

do cd el mundo cabe en una canción (2006). este álbum traz 12 canções inéditas e produzidas por páez e conta com guillermo vadalá no baixo, pete thomas na bateria, gonzalo aloras, coki debernardi e gabriel carámbula nas cordas, claudia puyó, e com ana alvarez toledo e carlos vandera nos vocais. aqui, como não poderia deixar de ser, fito reafirma a importância dos beatles para seu trabalho.

[/spoiler] [spoiler title=”el amor después del amor” open=”0″ style=”1″]

do álbum mi vida con ellas, lançado no final de 2004, e do qual participam destacados músicos como charly garcía, luis alberto spinetta e gustavo cerati. confira o vídeo da canção que dá nome ao álbum lançado originalmente em 1992 e que é considerado como um dos discos fundamentais na história do rock argentino.

[/spoiler]

compartilhe!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • RSS
  • PDF
  • Email