su dolor es nuestro dolor: o mundo se mobiliza por ayotzinapa

onde estão os 43 estudantes desaparecidos no méxico?

por rosana silva

esta é a pergunta que tem mobilizado pessoas em países da américa latina, ásia, europa e oceania, com objetivo de pressionar o estado mexicano na ação de investigar o desaparecimento de 43 estudantes, da escola normal rural de ayotzinapa, entre os dias 26/09 e 27/09, no estado de guerrero, cidade de iguala, no méxico.

diante da pressão popular, o presidente enrique peña nieto fez um acordo com os pais e as mães dos estudantes para assegurar as providencias necessárias para o andamento da investigação sobre o caso.

rigoberta menchú, ativista dos direitos humanos e nobel da paz, disse que o desaparecimento dos jovens necessita de uma resposta contundente do estado. de acordo com o la jornada, menchú afirmou que a sociedade não deve apenas criticar as instituições do estado, mas também deve fazer algo para que elas se fortaleçam e funcionem, proporcionando resultados precisos. a ativista agradeceu a solidariedade que o caso tem recebido.

pessoas em diferentes partes do mundo têm apoiado as famílias dos jovens. um vídeo intitulado “the world is watching” (o mundo está vendo), com 136 estudantes de 43 nacionalidades, foi produzido em solidariedade aos estudantes mexicanos.

outro vídeo intitulado “el mundo se indigna por ayotzinapa”, produzido pelo periódico desinformémonos, contém fotografias de mobilizações em diversos países.

“vivos se los llevaron, con vida los queremos”, esta frase acompanha os manifestantes que vem ocupando as ruas das cidades mexicanas nas últimas semanas.  as mobilizações que ocorrem em todo o país reivindicam justiça e um posicionamento do estado.


compartilhe!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • RSS
  • PDF
  • Email