#para la guerra, nada

contra a indústria da guerra. de todas as guerras. as de alta e as de baixa intensidade. contra investimentos milionários e oba oba mediático disfarçados de solidariedade. para la guerra, nada – cantam várias vozes no convite lançado por marta gómez e por julio serna. saiba mais sobre a campanha clicando aqui. e confira também nesta edição alguns dos poetas que participam da 25a edição do festival internacional de poesia de medellín, que acolhe também a 2a. Cumbre Mundial de poesía por la paz y por la reconciliación de colombia. e mais: música e poesia de diferentes latitudes pra celebrar sensibilidades, dignidades, esperanças e utopias. por um mundo mais sensível, mais humano: música, poesia, paz e baile.

clique aqui para ouvir a primeira parte do programa:

clique aqui para ouvir a segunda parte do programa:

 

clique nos títulos e confira mais informações sobre as canções e os poemas desta edição:

un día después de la guerra
a paz
está linda la mar
poética
tierra, tan sólo
yo tuve una ciudad
los caminos se abren
mapa de carreteras
lo puro, vida del futuro
remanso inicial
arenga de uno que no fue a la guerra
el derecho de vivir en paz
evelyn mc hale
para lindsay
espejo
romanza de pared
mi corazón me recuerda
la luna
tonada de luna llena
la luna de rasquí
damaquiel

compartilhe!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • RSS
  • PDF
  • Email