radio corazón

porque acontece às vezes que fica todo mundo muito ligado na tela da tv pra ver um brasil batendo bola com croatas. e acontece às vezes que esse mesmo dia é dia de namorar. de namorar bem longe de shoppings e de suas  sempre muito sedutoras promoções. aí, o que resta aos coraçõezinhos que ficam tristes-sozinhos-abandonados é ligar pra um programa de rádio pra pedir / dedicar uma canção dessas que falam de… de… disso aí que você sente e sabe, mas tem receio de assumir aquilo que alguém chamou de “breguice nossa de cada dia”…

[spoiler title=”y sigo (cancion de autoayuda para mi)” open=”0″ style=”1″]

canção do cd duplo bi, sétimo da carreira do cantor e compositor kevin johansen e da banda the nada. com mãe argentina e pai estadunidense, o trabalho do musico é marcado por essa dupla nacionalidade, o que se reflete no bilinguismo de suas canções. o álbum teve participação de alguns artistas brasileiros, como daniela mercury e paulinho moska. trata-se de um álbum duplo, no qual a primeira parte, intitulada jogo (subtropicalia), representa as influencias brasileiras, uruguaias e argentinas, com sons mais tradicionais. já a segunda parte, fogo (pop heart), tem um cunho mais elétrico e roqueiro, e é onde encontramos a canção “y sigo (cancion de autoayuda para mi)”, cuja letra você pode conferir abaixo.

[quote style=”1″]

todo parece muy sencillo meterte al mundo en el bolsillo pero si vas a cortar camino puede fallar.
cuando todo resulta claro como guionado por un faro es porque hubo un mano a mano con la oscuridad y hoy preparo, bien la mesa, para una fiesta…
todos tenemos una lengua todos tenemos mil problemas pero no todos vemos el mismo atardecer. si hubo piedra en el camino me lo tomé como un desvío me dije me tomo un respiro… y sigo. y sigo viendo… y aprendiendo que nunca aprendo.
he visto pequeñez humana tambien puñales por la espalda pero no me quede con eso y sigo… hay que ser bien agradecido he visto mas de un vivillo convertirse en mendigo y sigo…
porque cada cual tiene un triple en el bocho cada loco con su tema por suerte no hay solo una forma tirar la norma por la borda esta canción de autoayuda para mi y si un gurú andas buscando no hace falta un tibetano mandate para el altiplano conseguís. y sigo viendo… y aprendiendo… que no aprendemos. y hoy preparo, bien la mesa, para una fiesta…

[/quote] [/spoiler] [spoiler title=”nos volveremos a ver ” open=”0″ style=”1″]

uma das 103 canções que foram apresentadas pelo cantor e tecladista de rock argentino andrés calamaro em el salmón, lançado em 2000 – um álbum histórico para a indústria musical por conter cinco cd’s. com canções melancólicas, as canções deste trabalho falam de amores perdidos e da vida “contra a corrente”, daí o título.

[quote style=”1″]

nunca hay un adiós total
entre dos ñieris,
siempre es un nos volveremos a ver
en algún lugar del tiempo.
no hay olvido cuando existe
la amistad y el respeto,
el recuerdo de momentos entrañables,
alegrías y secretos.
nos volveremos a ver
porque siempre hay un regreso
por eso cuenta con eso
pongo mi mano en el fuego por vos.
soy un chico de familia
y no soy ningún carlito
viví las tumbas de la vida
soy un poeta maldito
a pesar de ser bonito
nunca dormí en el palito.
viví las tumbas de la vida
soy un poeta maldito.
nos volveremos a ver

[/quote] [/spoiler] [spoiler title=”quedate un rato más ” open=”0″ style=”1″]

do projeto solo de gonzalo deniz, vocalista da banda uruguaia mersey.  franny glass, é considerado uma das maiores revelações do folk uruguaio contemporâneo. suas canções, quase faladas, interpretadas com voz e violão, reforçam o gosto do compositor pela literatura, evidente em seu heterônimo, extraído do clássico romance de salinger. esta canção faz parte do segundo disco,  hay un cuerpo tirado en la calle (2009). em 2014, a banda lança seu novo disco, planes. veja a seguir uma apresentação ao vivo desta canção.

[quote style=”1″]

ayer pensé en nosotros
quizá debe ser por
tener el día libre y no
tener nada mejor
ya sé que no te importa
no me necesitás
te pido igual
quedate un rato más

no sé por qué viniste
ni qué viniste a hacer
quizá fue la nostalgia
por lo que pudo ser
y te encontrás con esto:
un desastre al que mirás
te pido
quedate un rato más

no tengo nada en mi agenda hoy
no tengo un lugar al que normalmente voy

no apagues esa tele
me da seguridad
parece que en silencio está
toda la ciudad
después te vas con ellos
y de mí te olvidás
te pido, entonces,
quedate un rato más
por favor
quedate un rato más

[/quote] [/spoiler] [spoiler title=”fiz esta canção ” open=”0″ style=”1″]

conectando ritmos nordestinos e batidas eletrônicas, zeca baleiro lançou seu quarto álbum, pet shop mundo cão, em 2002. ainda que neste trabalho apresente uma dose de acidez em suas letras, nesta canção o cantor e compositor maranhense continua melodioso e irreverente, descartando os samplers para cantar o que “não é bossa nova nem samba-canção”. veja a letra.

[quote style=”1″]

pra que que eu vou cantar
se você não vai escutar
a voz do coração
deste compositor popular
não não não vou chorar
se bem que eu tinha razão
mas isso não é bossa nova
nem samba-canção
só quero que você
seja minha ouvinte
mas você não me dá ouvidos
então é o seguinte
fiz essa canção só pra você
mas pra quê?
se você gosta só de mpb
e eu sou puro
puro rock n’ roll
com meus três pobres acordes
meu bem acorde
venha ver meu show
fiz essa canção só pra você
mas pra quê?
se você gosta só de mpb
e eu sou puro
puro rock n’ roll

[/quote] [/spoiler] [spoiler title=”amor, amor de mis amores ” open=”0″ style=”1″]

canção do disco mujer divina – un homenaje a agustín lara, de natalia lafoucarde. trata-se de um disco-homenagem a este que foi um dos grandes compositores mexicanos do século xx. além de seu trabalho autoral, a mexicana natalia lafourcade se destaca pelas fecundas parcerias com outros artistas. neste disco, ela conta com grandes nomes da música latino-americana como convidados, como os brasileiros gilberto gil e rodrigo amarante. a canção que ouvimos aqui, “amor de mis amores”, foi composta por agustín lara na década de 20 e, nesta versão, conta com a participação do músico devendra banhart. veja um vídeo de outra versão desta canção, com a participação do cantor mexicano paco familiar.

[quote style=”1″]

poniendo la mano en el corazón
quisiera decirte al compás de un son
que tu eres mi vida y no quiero a nadie más que ti

poniendo la mano en el corazón
quisiera decirte al compás de un son
que tu eres mi cielo
las aves que retan su poder

que respiro el aire
que respiro el aire
que respiro el aire que respiras tu
no tienes remedio, no tienes remedio
no tienes remedio, eres mi gran amor

poniendo la mano en el corazón
quisiera cantarte todo una canción
que tu eres mi cielo
eres mis consuelos

que respiro el aire
que respiro el aire
que respiro el aire que respiras tu
no tienes remedio, no tienes remedio
no tienes remedio, eres mi gran amor

amor de mis amores
sangre de mi alma
regalame las flores de la esperanza
permite que pare para decirte que tu eres el amor de mis amores
para decirte, que tu eres el amor de mis amores

amor de mis amores
tu eres mi cielo
amor de mis amores
tu eres mi cielo
amor de mis amores
tu eres mi cielo
amor…

[/quote]

[/spoiler] [spoiler title=”la canción inesperada ” open=”0″ style=”1″]

de wander wildner, cantor e compositor brasileiro, nascido no rio grande do sul. foi vocalista da banda de rock os replicantes, nos anos 80, e iniciou sua carreira solo em 1996 com o álbum baladas sangrentas, produzido por tom capone. o cantor é um dos representantes do punkbrega – estilo que mistura as influências da jovem guarda com o punkrock.assim como em boa parte de suas canções, em “la canción inesperada”, que faz parte do álbum homônimo, lançado em 2008 com a banda los comancheros, ele recorre ao que alguns artistas batizaram como portuñol selvagem.

[quote style=”1″]

la canción inesperada
de un amor inesperado
voy nacer
voy vivir con amor

em uma cidade apaixonante
eu estou a rodar e a rodar
caminhando pelas ruas
eu sigo a sonhar e a sonhar com

la canción inesperada
de un amor inesperado
voy nacer
voy vivir con amor

bicicletas passam por mim
e eu sigo a rodar e a rodar
lampejos em meu coração
e eu estou a sonhar e a sonhar

la canción inesperada
de un amor inesperado
voy nacer
voy vivir con amor

[/quote] [/spoiler] [spoiler title=”brega francês” open=”0″ style=”1″]

canção do grupo pernambucano academia da berlinda, gravada no primeiro cd,  lançado em 2007. a banda foi formada em 2004 em olinda, e ganhou notoriedade pelas releituras de canções românticas dos anos 60. em pouco tempo seu repertório ganhou canções autorais, como podemos perceber nos dois álbuns lançados pelo grupo. “brega francês” está presente na trilha sonora do filme o palhaço.

[/spoiler]

[spoiler title=”soy rebelde ” open=”0″ style=”1″]

canção gravada pelo grupo los cocineros, e presente no último álbum lançado pela banda, intitulado diente libre (2009). o grupo, que se originou córdoba, na argentina, atualmente é integrado por mara santucho (voz), nicolas arrieta (bateria e percussão), fonsy denaro (baixo), andres clifford (voz e guitarra) e sebastián lópez (teclados e acordeón). em seus trabalhos, los cocineros dão um ar mais moderno a ritmos tradicionais, como o tango e o bolero, adicionando elementos do pop, rock e reggae.

[/spoiler] [spoiler title=”mi amor se fue” open=”0″ style=”1″]

canção presente no primeiro álbum do amparanoia, el poder de machín, de 1996. amparanoia é um projeto musical que nasceu em madri, em 1995, e que foi liderado pela artista espanhola amparo sánchez. com o apoio de músicos como manu chao, o projeto explora diferentes raízes rítmicas, como o blues, o bolero e a rumba. com o término do projeto, amparo sánchez segue em carreira solo. a letra da canção você confere abaixo:

[quote style=”1″]

mi amor se fué, se fué, se fué
y me quede sola con mi pena
mi amor se fué, se fué, se fué,
y volvera pa la nochebuena
mi amor se fué, se fué, se fué
y solita por los bares
de san andres, a lavapies
recordando sus andares
digame usted si volvera
o viajara a otras tierras.
digame usted la verdad,
porque me muero de pena

[/quote] [/spoiler] [spoiler title=”cartas a ufemia” open=”0″ style=”1″]

a canção é uma ranchera, gênero tradicional da música mexicana, que teve origem no campo, também chamado de rancho. o ritmo representa a resistência cultural dos camponeses, e ganhou notoriedade depois de 1910 com o triunfo da revolução mexicana. “cartas a ufemia” ficou conhecida na voz do cantor e ator pedro infante. . foi regravada recentemente pela orquestra de mulheres las taradas, no disco son y se hacen (2012), e é esta versão que apresentamos aqui. o grupo, formado em 2010, tem a proposta de resgatar a música popular dos anos 30 e 40.

[/spoiler] [spoiler title=”vals de la boda pobre” open=”0″ style=”1″]

composição de la mano ajena, orquestra chilena formada por sete músicos. faz parte do cd radio galena (2008), álbum é inspirado na aleatoriedade sonora das antigas rádios de cristal, que em espanhol chama-se rádio de galena.  inspirado nos  precários circuitos  sonoros das antigas radios galenas, o cd radio galena inclui músicas tradicionais, jingles publicitários e narração de locutores.

[/spoiler] [spoiler title=”gringa loca ” open=”0″ style=”1″]

canção interpretada por héctor napolitano com o o grupo son de galápagos ii. mais conhecido como el viejo napo, hector napolitano é um violonista de destaque no equador. em sua trajetória musical, tem se dedicado a explorar alguns gêneros da música popular de seu país, especialmente quando faz referencia à cidade de guayaquil. “gringa loca”, um valsecito criollo, é uma canção de muito sucesso por ter sido considerada uma espécie de sociologia do “macho latino”.

[/spoiler] [spoiler title=”querida ” open=”0″ style=”1″]

canção interpretada por maldita vecindad & los hijos del quinto patio. maldita vecindad é uma banda mexicana que surge em 1985 combinando o rock com a música tradicional do méxico, tendo a influência de muitos artistas, como pérez prado e tin-tan. “querida”, sucesso na voz do cantor juan gabriel, artista de sucesso no méxico pelo romantismo contido em suas rancheras e baladas, ganha uma nova versão feita por maldita vecindad. confira a letra.

[quote style=”1″]

querida
cada momento de mi vida
yo pienso en ti más cada dia
mira mi soledad, mira mi soledad
que no me sienta nada bien, oh ven ya
querida
tu me haz sanado bien la herida
te extraño y lloro, todavia
mira mi soledad, mira mi soledad
que no me sienta nada bien, oh ven ya
querida
piensa en mi solo un momento y ven
date cuenta de que el tiempo es cruel
y lo he pasado yo sin ti, oh ven ya…ah ah
querida
hazlo por que mas quieras tu
yo quiero ver de nuevo luz en toda mi casa.
oh oh querida
ven a mi que estoy sufriendo
oh ven a mi que estoy muriendo
en esta soledad, en esta soledad
que no me sienta nada bien, ven
querida
por lo quieras tu mas ven
más compasion de mi tu ten
mira mi soledad, mira mi soledad
que no me sienta nada bien
querida,
querida
dime cuando tu, dime cuando tu, dime cuando tu vas a volver a-hay
dime cuando tu, dime cuando tu, dime cuando tu vas a volver
querida, eje
querida
dime cuando tu, dime cuando tu, dime cuando tu vas a volver a-hay
dime cuando tu, dime cuando tu, dime cuando tu vas a volver
aja, aja, tu, ven a mi soledad….tu
yo no puedo ni me quiero olvidar…. ahu
dime cuando tu….hey, tu
dime cuando tu….hey, tu

[/quote] [/spoiler] [spoiler title=”rosa, rosa ” open=”0″ style=”1″]

sucesso do cantor argentino sandro, interpretado aqui por los caballeros de la quema no cd tributo a sandro. considerado um dos fundadores do rock nos anos 60 na argentina, o cantor sandro ganhou popularidade em países latino-americanos a partir dos anos 70. foi intérprete de mais de 50 canções de sucesso, entre elas “tengo”, que ganhou uma versão em português na voz do brasileiro sidney magal. em 1999, vários cantores participaram da homenagem ao cantor argentino através do disco tributo a sandro, no qual interpretam seus maiores sucessos.

[/spoiler] [spoiler title=”beso exagerado” open=”0″ style=”1″]

canção interpretada por martín buscaglia para o disco el justiciero, cha, cha, cha – un tributo a os mutantes. os mutantes foram um trio, formado nos anos 60 por rita lee, sérgio dias  e arnaldo baptista, que  receberam  nesse cd uma homenagem feita por artistas latino-americanos, como café tacuba, fito páez, ana prada, entre outros.

[/spoiler] [spoiler title=”radio corazón” open=”0″ style=”1″]

esta é a sétima faixa do álbum kolombian jazz, que é o primeiro trabalho de jazz acústico da banda colombiana puerto candelaria, lançado em 2002. “radio corazón” inicia com o pedido de uma canção de ouvinte para o locutor de um – fictício – programa de músicas românticas  e segue brincando com os clichês característicos deste universo.

[/spoiler]

 


compartilhe!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • RSS
  • PDF
  • Email