solidariedade aos trabalhadores do campo colombianos

os vídeos abaixo ajudam a entender a paralisação que os trabalhadores do campo empreenderam desde o dia 19 de agosto (segunda) na colômbia.

La verdad sobre el Paro Campesino:: (hablan los expertos)
A verdade sobre a greve campesina (falam os especialistas)

Las semillas prohibidas en Colombia – Resolución 970
As sementes proibidas na Colômbia – Resolução 970 –  documentário de Victoria Solano sobre a lei 970 (sementes certificadas)
http://youtu.be/AMbyuV1OJTc

Paro Nacional: Colombia Resiste
Greve nacional – COlômbia Resiste

Mi Tierra No Se Vende – Calle 13 (Paro Nacional Agrario)
Minha terra não está à venda – Calle 13 (Greve nacional agrária)

 

A Paralisação Nacional Agrária e Popular que desde o dia 19 de agosto tem tomado conta das estradas, rodovias e ruas do nosso país irmão Colômbia é uma manifestação legítima da luta pela dignidade e soberania de todo o povo colombiano.

Essa corajosa manifestação, que já é alvo da conhecida e brutal repressão por parte do Estado, é também um exemplo para todos os povos que sofrem com a tirania dos mercados dominados pela lógica neoliberal; da vida dominada pela perversa lógica do capital.

Por meio dos abaixo assinados expressamos toda a nossa solidariedade com as camponesas, camponeses, mineiros artesanais, indígenas, afrocolombianos, estudantes, trabalhadores da saúde, transportadores e todos os outros setores mobilizados das numerosas organizações que têm se somado à Paralisação Agrária e Popular. São justas às reivindicações que visam uma melhor qualidade de vida para a sociedade inteira, a soberania alimentar e a defesa da dignidade dos povos.

Chamamos ao fim das repressões militares e policiais contra os manifestantes assim como a proteção das lideranças sociais e pessoas mobilizadas que têm sido ameaçadas pelos grupos paramilitares. É preciso deixar de utilizar a velha desculpa de que o povo mobilizado é terrorista, é preciso parar de criminalizar as pessoas que tem a coragem de lutar pelo bem comum. O verdadeiro exercício democrático é aquele que escuta, respeita e atende o clamor da população.

Não há exagero nenhum nas demandas que falam em soberania alimentar, justiça social, proteção da diversidade cultural e natural das regiões, de coexistência pacífica na diferença, de equidade de gênero, de dignidade e democracia. Apoiamos às companheiras e companheiros que por elas se mobilizam, pois entendemos que suas reivindicações são lutas comuns, que são as nossas mesmas lutas.

LIBERDADE PARA O COMPANHEIRO HUBERT BALLESTEROS

VIVA A GREVE E PARALISAÇÃO NACIONAL AGRÁRIA E POPULAR

ASSINAM

ADUFRJ (Sec. Sindical)

AGENDA COLÔMBIA-BRASIL

BRIGADAS POPULARES

CASA DA AMÉRICA LATINA

CEBRAPAZ

CENTRAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO BRASIL (CTB)

CENTRO ACADÊMICO DE SERVIÇO SOCIAL – UFRJ-

COLETIVO BONDE DA CULTURA

COLETIVO SERVIÇO SOCIAL CRÍTICO DA COLÔMBIA – RIO DE JANEIRO

COMITÊ DE SOLIDARIEDADE À LUTA DO POVO PALESTINO

CONAM

CONSULTA POPULAR- RJ

CUT – RS

ESPAÇO CULTURAL LATINO-AMERICANO (ECLA)

FEDERAÇÃO NACIONAL DOS PETROLEIROS (FNP)

FÓRUM PERMANENTE PELA PAZ NA COLÔMBIA

FRENTE NEGRA AFRO-LATINA

GRUPO DE COLOMBIANO EM RIO

JUVENTUDE COMUNISTA AVANÇANDO

JUVENTUDE LIBERDADE E REVOLUÇÃO (LibRe)

MARCHA PATRIÓTICA CAPÍTULO BRASIL

MEMORIA LATINA

MOVIMENTO DE MULHERES OLGA BENÁRIO

MOVIMENTO DOS PEQUENOS AGRICULTORES (MPA)

MOVIMENTO DOS TRABALHADORES DESEMPREGADOS (MTD)

MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA (MST)

MOVIMENTO FAVELA NÃO SE CALA

MOVIMENTO MÃES DE MAIO

NOTICIÁRIO LATINO-AMERICANO RÁDIO SANTA MARTA

NÚCLEO 39 DO CPERS-SINDICATO

OCUPA CÂMARA – RJ

PARTIDO COMUNISTA BRASILEIRO (PCB)

PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL (PCdoB)

PARTIDO COMUNISTA REVOLUCIONÁRIO (PCR)

POLO COMUNISTA LUIZ CARLOS PRESTES

REFUNDAÇÃO COMUNISTA

RUMBA TIPO COLÔMBIA – RIO DE JANEIRO

SINDICATO DOS PETROLEIROS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO (SINDIPETRO)

UNEGRO

UNIÃO DA JUVENTUDE COMUNISTA (UJC)

UNIÃO DA JUVENTUDE REBELIÃO (UJR)

UNIDADE CLASSISTA

VISÃO DA FAVELA

fonte: http://www.rededemocratica.org/index.php?option=com_k2&view=item&id=5040:solidariedade-aos-trabalhadores-colombianos&tmpl=component&print=1


compartilhe!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • RSS
  • PDF
  • Email